Buscar

Casos de dengue no Brasil sobem 113% em 2022


Dado faz referência apenas ao período de janeiro a abril, mas o total de casos já é quase igual ao de todo o ano passado



O Brasil registrou, entre janeiro e abril deste ano, 542 mil casos de dengue, segundo dados do Ministério da Saúde divulgados. De acordo com boletim epidemiológico do Governo Federal, houve um aumento de 113% nos casos da doença em relação ao mesmo período no ano passado.


Além disso, o número de casos de dengue em 2022 está próximo de se equiparar com a soma de todo o ano de 2021, quando o Brasil registrou 544 mil casos. Os dados são referentes até o dia 23 de abril deste ano.


Segundo o boletim, a região Centro-Oeste é a que lidera a incidência da doença, com 920,4 casos para cada 100 mil habitantes, seguida das regiões Sul (427,2 casos/100 mil), Sudeste (188,3 casos/100 mil), Norte (154 casos/100 mil) e Nordeste (105 casos/100 mil). Entre os municípios que lideram o ranking de casos estão: Goiânia (GO), com 31.189 casos, Brasília (DF), com 29.928, Palmas (TO), com 9.080, São José do Rio Preto (SP), com 7.466 e Votuporanga (SP), com 6.836.


Até o momento, foram confirmadas 160 mortes por dengue neste ano. Os estados que apresentaram o maior número de óbitos foram São Paulo (56), Santa Catarina (19), Goiás (19) e Bahia (16). Outros 228 óbitos estão sendo investigados para entender se há relação com a dengue.


Quais são os sintomas da dengue e como se prevenir?

A dengue é uma doença endêmica - ou seja, que ocorre com frequência em determinadas épocas do ano - transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Seus sintomas mais leves podem ser confundidos com a gripe, mas a dengue hemorrágica, sua forma mais grave, pode levar à morte.

Entre os principais sintomas da dengue, estão:

  • Dor de cabeça

  • Dor atrás dos olhos

  • Febre alta com início súbito (entre 39ºC a 40ºC)

  • Fadiga e fraqueza muscular

  • Dor no corpo e nas articulações

  • Manchas e coceira na pele

  • Perda do apetite e paladar

  • Náuseas e vômitos

  • Tontura.


Já os sintomas da dengue hemorrágica são parecidos com os da dengue leve, mas há alguns sinais de alerta, como:

  • Forte dor abdominal

  • Vômitos persistentes

  • Pele pálida

  • Sangramento pelo nariz, boca e gengivas

  • Manchas vermelhas na pele

  • Confusão mental

  • Dificuldade para respirar

  • Queda na pressão arterial

  • Excesso de sede

  • Boca seca

  • Sonolência variando com agitação.


Uma das formas de se prevenir da doença é a vacina da dengue. Porém, ela é ainda pouco acessível e não está disponível no SUS. Por isso, as medidas preventivas são o meio mais importante de prevenção, como:

  • Evitar o acúmulo de água, principalmente em pneus velhos, garrafas de água, pratos de vasos, entre outros objetos

  • Lavar o bebedouro de pets com frequência

  • Manter caixas d'água fechadas

  • Colocar telas mosquiteiras em janelas

  • Deixar tampas de lata de lixo bem fechadas

  • Desinfetar ralos

  • Limpar calhas

  • Usar repelente em locais com alta incidência de mosquitos.


FONTE

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo